13 de junho de 2011

O autoconhecimento na administração das atividades do core business da empresa em Marketing

Terceirizar alguns processos organizacionais não é uma regra de mercado, mas uma exceção que leva em conta aspectos como a falta de habilidade em fazer o melhor, além de ter a influência direta daquela atividade não estar no coração do negócio (core business), mas também é importante ressaltar que muitas atividades que são repassadas são fundamentais para o crescimento de mercado e a manutenção da base de clientes.
As empresas passaram a acreditar que a maior parte de suas atividades deve ser terceirizada, pois não contam com a excelência na prática da mesma, só que se esquecem que existem detalhes ocultos que só aparecerão quando o consumidor já estiver decepcionado e partindo para os concorrentes.
O mais interessante é que muitas organização dão para outras empresas o que é parte da essência de suas atividades, envolvendo diretamente um grupo de áreas que só sentirão o impacto quando os resultados forem negativos.
Por isso é importante conhecer muito bem o próprio negócio, não seguir modismos ou fazer com que o cliente seja tratado como mais uma peça das engrenagens do mercado, algo muito comum e que diariamente salta aos olhos quando o assunto é a falta de atenção dada ao que é parte de uma cadeia de valor.
Os maiores exemplos sempre envolvem o que toca o atendimento aos consumidores, pois nenhuma organização despreparada consegue visualizar que o contato com as pessoas a fará receber as respostas mais rapidamente, que o desenvolvimento de soluções será muito maior e que a satisfação das pessoas agraciará a própria organização com o reconhecimento e a recomendação dos clientes aos seus amigos.
Então é possível constatar que as empresas parecem perder a noção da realidade ao deixarem parte de suas atividades com outras organizações, como uma fez ao terceirizar o transporte de seus produtos e acabou perdendo clientes, que em pesquisa posterior informaram que não ficam chateados ao não recebem o que adquiriram na data marcada, mas sentiram-se de lado por não poderem mais conversar com os entregadores e saberem quais são as novas promoções e produtos.
Isto acontece porque a miopia das organizações as faz mirar para o lado errado, e ao não entenderem os seus clientes as empresas passam a tropeçar nas menores pedras que estão no caminho, e que consequentemente são as que provocam os maiores tombos.
Também é fato que as empresas terceirizadas não tratarão os seus clientes como você deseja, pois para elas estes consumidores são apenas números sem valor, fazendo parte de um banco de dados no qual só existe a percepção de que atrapalham suas atividades e prejudicam a prestação de um serviço.
Para terceirizar uma atividade a empresa deve pensar no presente, ter a certeza de que aquilo não é parte do coração do seu negócio e não terá impacto na relação com os clientes, sendo que é muito mais fácil encontrar empresas que fazem justamente o oposto, pois não querem o contato com os consumidores, exceto em um momento, onde suas vendas propiciam o aumento do caixa e o cliente, transformado em um número, deposita o dinheiro em suas contas.
Postar um comentário